sábado, 7 de novembro de 2009

7 de Novembro de 1917


No ano em que nasceu a minha avó materna, senhora de nome Albina, que veio a falecer 90 anos depois, nascia na Rússia uma esperança, com Vladimir Ilitch Lenin, e o Partido bolchevique. Lembraremos sempre este momento especial da história revolucionária dos povos.
Viva a revolução de Outubro!

8 comentários:

Maria disse...

Devidamente comemorada num passeio e almoço com uma camarada da Guarda!!!

Beijos aos três
(e sim, a tua M. um dia voará com aves. como tu fizeste...)

:))

Maria disse...

Corrijo: como todos fizemos...

Mais beijos

Miguel Botelho disse...

Por coincidência, a minha avó faleceu neste dia, em 1975. Felizmente, não viu o 25 de Novembro.
Fico feliz por saber que a sua partida coincide com um momento histórico de muita importância para a humanidade.
Um abraço

Membro do Povo disse...

Viva a Revolução de Outubro, mãe de tantas outras revoluções nas mãos de uma só classe: a Classe Trabalhadora - locomotiva do Mundo e só ela construtora de locomotivas e de Mundos!

Jota disse...

A Gr Revolução Socialista de Outubro, será sempre uma referência fundamentalPois, Viva!

Fernando Samuel disse...

VIVA A REVOLUÇÃO DE OUTUBRO!


Um beijo.

Manuel Rodrigues disse...

"(...) Já
sobre um monstruoso
bosque de chaminés,
as mãos
de milhões
hasteadas no mastro,
como bandeiras vermelhas,
na Praça Vermelha
ao mais alto se erguem
com ímpeto terrível.
Dessas bandeiras,
de cada dobra,
de novo
como vivo
fala Lénine:
"Proletários,
alerta
para a última batalha!
Escravos,
endireitai
costas e joelhos!
Exército de proletários,
levantai-vos galhardos!
Viva a revolução,
alegre e rápida!
Esta
é a única
grande guerra
de quantas
a história conheceu."
MAYAKOVSKY, Poema a Vladimir Ilytch Lenine

VIVA A REVOLUÇÃO DE OUTUBRO!
Beijos
Manuel

Antuã disse...

A Revolução constrói-se dia a dia.