segunda-feira, 30 de março de 2009

"Páscoa" ou "Há quem diga deste post que é sinistro..."

O nome da época religiosa que se aproxima serve apenas de mote para aqui "postar" mais um tema dos Marillion. Desta vez "Easter" (Páscoa).
É que, no outro dia, depois de ter encontrado alguns vídeos deste grupo de que gostava bastante, cheguei à conclusão que me sabia muito bem (re)ouvir tudo isto passado tantos anos. Soube-me a um regresso à infância, como comentava o Samuel, no post anterior. E, quando as infâncias são felizes, são sempre um bom ponto de retorno, que ajuda a centrar a nossa atenção na nossa identidade. E na evolução que ela sofre.
Isto aconteceu também um pouco provocado por um acontecimento: um suicídio de que me falaram via email, de uma pessoa que eu conhecia, que, além de ser meu conterrâneo, era das idades do meu irmão mais velho. E fiquei assim... em silêncio. A cabeça vazia. O pensamento lá longe, no tempo em que eu ainda não sabia nada do que viria a ser o meu futuro. E veio-me música e mais música à memória... Música que ainda lá está, nesse passado...
Certamente já vos aconteceu... Quem não tem histórias para contar que atire a primeira pedra....

4 comentários:

Maria disse...

Devo confessar que não aprecio muito este grupo, mas que o ouvia "à força" por causa dos meus sobrinhos...
E assim é, Sal. Há músicas que nos fazem voltar ao passado, mais remoto ou mais recente, mas ao passado. É sempre bom, até porque nos pode ajudar a dar passos em frente...

Abraço-vos. E deixo beijinhos aos 3

Justine disse...

E recordar é uma maneira de enraízar o presente.
Viva então a nostalgia:))
Beijinhos

Anónimo disse...

A mim, às vezes, ameaçam-se com pedras por eu ter tantas histórias para contar. Mas, eu não desisto.

Campaniça

Lúcia disse...

Pois é Sal...há músias que nos trazem a nossa história. É como alguns perfumes. O cheiro permanece. Muitas alegrias, muitas tristezas, mesmo a dos outros.
Às vezes isto é tudo uma gaita! E nunca ficamos indiferentes.

Beijocas grandes