sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Música na Voz

Quando a ouço cantar quase não consigo respirar. Tudo o que ela canta é perfeito, sôa perfeito. Trata-se de Renée Fleming, uma cantora excepcional dos nossos tempos. Esta obra, a ária das Bachianas Brasileiras - n. 5, do compositor Heitor Villa Lobos, é por demais conhecida. Já a cantei algumas vezes, mas continuo à procura desta perfeição.

"Tarde uma nuvem rósea lenta e transparente.
Sobre o espaço, sonhadora e bela!
Surge no infinito a lua docemente,
Enfeitando a tarde, qual meiga donzela
Que se apresta e a linda sonhadoramente,
Em anseios d'alma para ficar bela
Grita ao céu e a terra toda a Natureza!
Cala a passarada aos seus tristes queixumes
E reflete o mar toda a Sua riqueza...
Suave a luz da lua desperta agora
A cruel saudade que ri e chora!
Tarde uma nuvem rósea lenta e transparente
Sobre o espaço, sonhadora e bela!"


5 comentários:

salvoconduto disse...

Linda voz, bonita aria!

Abreijo

Lúcia disse...

:(:(:(
Não tenho som no computador...
BUááá´

Beijinhos, Sal

Fernando Samuel disse...

Obrigado por estas vozes que nos vêm... de ti...

Um beijo.

samuel disse...

Bom!!!

Abreijos

Justine disse...

Belíssima voz, sim. Obrigada por no-la ofereceres aqui!