segunda-feira, 28 de julho de 2008

"Quadrilha" à portuguesa (recomendo a leitura do post anterior)

Sócrates amava Maria de Lurdes Rodrigues, que amava Mário Lino,
que amava Ana Jorge, que amava Teixeira dos Santos, que amava Alberto Costa
que não amava senão o capitalismo.
Sócrates foi para os Estados Unidos, Maria de Lurdes Rodrigues para o convento,
Mário Lino morreu de desastre, Ana Jorge ficou para tia, Teixeira dos Santos suicidou-se, e Alberto Costa casou com Cavaco Silva que não tinha entrado na história.

9 comentários:

Maria disse...

Mas esta quadrilha (na verdadeira acepção da palavra) está deliciosamente escrita....

Beijinhos

salvoconduto disse...

Era bom de mais para ser verdade, mas confio que um dia nos havemos de ver livres desta quadrilha.

Abreijo

Fernando Samuel disse...

Que grande quadrilha!
Drummond havia de gostar...

Antuã disse...

Urgente correr com a quadrilha.

samuel disse...

Uma quadrilha muito bem (d)escrita. Isto é como na culinária... ter ingredientes de "grande qualidade" ajuda muito. :)

Delfim peixoto disse...

Uma quadrilha menos interessante que os " Metralhas"... estes pelo menos fazem-nos rir
jnh

Sérgio Ribeiro disse...

Excelente(s) post(s). Como nos vais habituando.
(agora aquela do "último" não ter entrado na quadrilha merecia um "ainda", porque é dos mais antigos "quadrilheiros"... e cá com um curriculum!)
Obrigado e abreijos

Justine disse...

Bela quadrilha esta :))

Lúcia disse...

Vá - já falta pouco para podermos mandar a quardilha para longe.

Bela lenha-lenga, Sal
Beijinhos