sexta-feira, 6 de junho de 2008

250 Mil


Hoje estiveram 250 mil trabalhadores em luta nas ruas de Lisboa.
250 mil...
Será que o primeiro-ministro não se questiona acerca da razão de tal descontentamento?
Pensará ele que os portugueses que lhe deram maioria absoluta ficaram em casa?
Será que ele acredita que há ainda vivalma que o apoie?
Que arrogância...

E no entanto...

Acho que hoje o Sócrates já terá fumado alguns maços de tabaco... :)))
Apesar de não ter podido ir, quero gritar aqui do meu canto:
"Viva a Luta dos trabalhadores portugueses."
"Viva a CGTP."
"A luta continua."

Parabéns aos manifestantes cansados. Valeu a pena.

5 comentários:

Fernando Samuel disse...

250. 000: esse é o número mais aproximado da realidade.
E foi LINDO!
E na próxima seremos mais.
Beijo amigo.

Maria disse...

Nós nunca nos cansamos, Sal, nunca....
Mas não sei se esta hora é apropriada para estares aordada....

As melhoras das pipoquinhas.
Beijinhos
(para a próxima vens. sim, que vai haver próximas...)

samuel disse...

Na verdade, os apoiantes de Sócrates têm a vida um "pouquinho" difícultada... entre outras coisas, porque esta fasquia de UM QUARTO DE MILHÃO de pessoas, está alta p'ra caraças!

Abreijos

Sérgio Ribeiro disse...

Olá!
Cansados? Q'al quê!?
Tão pouco caminho repartido por tantos e com tantos oxigénio de abraços e entusiasmo faz-se com as duas pernas às costas (se fosse preciso...).
Na próxima, vêm os que agora não calhou... e podem trazer varicela, galegos e tudo! E se a próxima tiver outro "desenho" fica a concentração-mor para a Atalaia.

Antuã disse...

o presidente do Conselho de Ministros não se impressionou embora o semblante não estivesse de acordo com tal imbecilidade. Gostei do bom humor do sérgio. para a próxima a Dª. varicela não vai, mas galegos!... Nunca se sabe. custou muito mais depois da manifestação que isto de ir a pé dos Restauradores para Santa Apolónia, passando pela praça do Comércio, á procura do auto-carro causa algum momento de aborrecimento. Todavia, tenho a impressão que o pessoal, depois de encontrado o auto-carro, já estava pronto para outra.