domingo, 3 de fevereiro de 2008

Entrudo

Fechou-se a cara do tempo, e choveu. Chouveu muito.
Vimos juntos a água cair, o vento tombar as folhas das árvores, e não saiu o cortejo à rua.
Não foi triste, foi belo.
Porque apesar da máscara no rosto, pude ver o brilho do teu olhar, onde reflectia a clara luz que se estendeu pelas ruas vazias.
Apesar de tudo, não me abandonou o desejo de continuar viva, dia após dia.
E de continuar a lutar, despindo a máscara no dia seguinte.
Porque o cinzento do céu não mora sempre no coração. E também de chuva ele é feito.

Bom Entrudo.
Já que o carnaval ficou por terras de Vera Cruz.

4 comentários:

Maria disse...

Depois da chuva o céu pode ficar azulinho.....

Boa semana

Andreia do Flautim disse...

Um bom carnaval para ti!

au loin disse...

saudades dessa terra ...
muitass

Sal disse...

Maria:Boa semana. O cheiro da tua ilha já me chegou ao nariz... E que cheirinho... ;-)

Andreia: Obrigada. Bom Carnaval para ti também. Diverte-te muito (se a chuva não estragar a festa).

Olá Au loin.
Sabes quem vou ver amanhã? Sabes?
Um anjito novo...
Eh, eh.. Beijinhos