quinta-feira, 24 de abril de 2008

100ª mensagem

Quis o destino que este blogue, tendo tido o seu arranque a 18 de Janeiro de 2008, atingisse hoje, 24 de Abril, a centésima mensagem.
Já escrevi 100 mensagens.
Será que vou ter motivos para outras 100?
A julgar pelas notícias, vou, certamente.

Então, não é que um tal de Cunha Vaz, que é Director dos Serviços de Oftalmologia dos HUC, vem dizer para a televisão que os serviços médicos, mais concretamente cirurgias, realizados em Cuba a centenas de portugueses, são "fraudulentos" e "não têm valor científico"? Uma avaliação fundamentada em quê? Nos seus preconceitos a respeito deste país? Um país que ele considera "atrasado", com falta de meios, e ao qual recomenda que só se vá "para cumprimentar o Fidel Castro"? Está tudo dito.
Quem não concorda é só... o resto do mundo (excluindo os EUA, claro). A julgar pelas listas que não param de aumentar de pessoas que querem ir a Cuba tratar da sua saúde, calculamos que em breve este senhor Cunha Vaz tenha que se mudar para Miami. Pelo menos, lá, estará bem acompanhado.
Também me parece que, por cá, passamos bem sem ele. Que o digam as pessoas de Vila Real de Santo António, Alandroal, etc.
E por falar em Vila Real de Santo António, envio daqui um breve aplauso às palavras do autarca Luís Gomes, que, com uma só cajadada mata dois coelhos, relativamente a este assunto, afirmando: «Desconheço algum hospital público em Portugal com as mesmas condições que vi em Cuba», e assegura que não se trata de mera propaganda internacional, uma vez que «aquelas são as condições normais com que os cubanos são tratados» (Fonte: IOL Portugal Diário). Para um autarca do PSD até nem está mal. Quanto ao senhor Cunha Vaz, desejo-lhe umas boas cataratas e uma lista de espera de 20 anos, só para ele.



Nota de rodapé: Boas comemorações desta linda madrugada, deste 25 de Abril em flor. Eu, por cá, já tenho um grande jantar, hoje, e um grande almoço, amanhã.

7 comentários:

Fernando Samuel disse...

100+100+100... espero bem.
E com mais notas de rodapé, se possível...
Um beijo amigo.

poesianopopular disse...

Sal
O sr.Basronário tambem disse o mesmo que este sr. Cunha Vaz, e acrescentou que; se o presidente da CMVRSA, tivesse ido falar ao hospital Regional, os médicos faziam horas extras e não havia necessidade de ir para CUBA.
Acabou por confirmar que a normalidade dos serviços não resolve estes problemas
Só os portugueses que lá foram,poderam dar a resposta adquada! Vão entrevistá-los, e depois mostrem na televisão...sem truques!
Bjo
Manangão

Maria disse...

O ódio por Cuba socialista é tão visceral que estes tipos vomitam o que lhes vai na alma, sem pensarem. Nem percebem que caiem no ridículo. E que a mentira tem a perna curta...
Tão cegos de raiva nem percebem que, a continuarem, ainda podem precisar dos cuidados médicos de... Cuba...
Abril já está na rua e eles fecham-se em casa a sete chaves, só para não ouvirem as cantigas, nem as pessoas, mas a gente vai comemorar e de cada um que comemore nascerá outro cravo, bem vermelho...

Boas comemorações. 25 de abril sempre!
Beijos

Justine disse...

Parabéns!
E boas comemorações, cheias de alegria, força e esperança!
Beijo de Abril!

Antuã disse...

Parabéns pelo Centenário que desta vez não é em Aveiro. quanto aos médicos tipo Pedro nunes, (não confundir com o do nónio, que era físico) e Cunha Vez qualquer dia estão tão ridículos como o Vital da anadia.

Mide disse...

Parabéns, Sal. Claro que vais fazer mais umas centenas.
Partilho aqui com todos (tu já sabes a estória) o pequeno momento de felicidade que tive hoje quando vi entrar, na minha escola, uma senhora (mãe de uma aluna) com o ar mais pio deste mundo, certamente assídua nas missas todas - e, quiçá, nos comícios do PSD -, mas que entrou na escola com um enorme ramo de cravos vermelhos para distribuir pelos professores e por todos os que quisessem.
Munido das minhas funções directivas logo tratei de orientar a colocação de uma jarra bem no centro do hall de entrada com alguns desses cravos. Mas pouco importa este detalhe.
O importante é constatar que Abril está no coração de muitos mais portugueses do que os Cunhas, Nunes e outros que tais gostariam.
Beijinhos, Sal.

samuel disse...

100 é já uma bonita "idade".
Parabéns!