sexta-feira, 25 de abril de 2008

25 de Abril sempre!

25 DE ABRIL SEMPRE!
FASCISMO NUNCA MAIS!

Na noite de 24 para 25 tive insónias. Não dormi entre as 3 e as 6 da manhã.
Sem nenhuma razão aparente. É coisa que não costuma acontecer.
Pús-me a ler, a certa altura. O livro chama-se: "Porque vivi e quero contar" e é de autoria do Sérgio Ribeiro. Grande coincidência, li as suas palavras contando detalhadamente na primeira pessoa o que aconteceu naquele 25 de Abril de 74. Do ponto de vista de alguém que era preso político em Caxias, e que sofreu na pele os horrores de um regime fascista, as torturas, as prisões, as perseguições...

...
Lutou-se pela democracia, lutou-se pela liberdade.
E quem lutou tinha rosto e tinha nome. Alguns infelizmente já só existem na nossa memória. Outros não. E que enorme privilégio ouvir-lhes as histórias.
E por mais que queiram branquear o passado cá estaremos, eu e outros, para avivar a memória e dizer: eram comunistas. Deram o corpo ao manifesto. Lutaram por um Portugal novo. Resistiram. E tenho por eles a maior admiração.
A eles o meu obrigado.

4 comentários:

Maria disse...

Um beijo, Sal.
Com uma enorme ternura...
... com uma "imensa alegria"....

Antuã disse...

Com sal e pimenta ao fim havemos de chegar.

Sérgio Ribeiro disse...

Com uma imensa alegria... à maneira de um senhor comunista chamado Joaquim Pires Jorge!
Depois de uma "conversa a ponto solto", como ele também dizia.
E tenho de ir ali buscar um lenço. É desta alergia da primavera que ensolarou...
Obrigado camaradaS. Todos,!

Ludo Rex disse...

Que Abril permaneça Sempre nos nossos corações.
Viva o 25 de Abril! Viva a Liberdade!